Com certeza você já deve ter ouvido chamadas de recall de veículos nos meios de comunicação. Se não foi com nenhum carro seu, talvez você tenha dúvidas sobre como e por que isso ocorre. Vamos começar pela palavra recall, que significa “convocação por parte de fabricante ou distribuidor para que determinado produto lhe seja levado de volta para substituição ou reparo de possíveis ou reais defeitos”.

E aí você deve estar se perguntando: como assim defeito, se o veículo acabou de sair da fábrica e foi testado? Você tem razão, todos os veículos são testados antes de irem ao mercado, mas ainda assim podem apresentar algum defeito e isso só ser descoberto algum tempo depois.

O recall, que geralmente é realizado por lotes, é justamente este aviso de que foi detectado algum defeito em peças importantes ou que algumas características de fábrica foram comprometidas, colocando em risco a segurança dos passageiros. Ele é legitimado pela Lei, já que segundo o Código de Defesa do Consumidor, fornecedores devem colocar no mercado produtos seguros. Os Municípios, os Estados e a União devem comunicar aos consumidores quando constatam produtos ou serviços que ponham em risco a saúde ou segurança das pessoas.

 

Quem faz o chamado de recall?

A responsabilidade de alertar os proprietários dos veículos que devem passar pelo recall é da montadora, segundo determina o Código de Defesa do Consumidor. Elas enviam avisos aos proprietários dos veículos, divulgam em suas páginas na internet e demais veículos de comunicação, inclusive nas redes sociais.

A convocação de recall deve informar o modelo, o ano da fabricação, chassis dos veículos convocados, quais são os problemas do veículo e qual o local para levar o mesmo para ser avaliado. É passado também o telefone de contato para atendimento e mais informações.

O site do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor e o Departamento de Trânsito também informam todos os veículos fabricados no Brasil convocados para recall a partir de 2001.

 

Eu terei gastos com o recall?

Não! A montadora assume todos os custos com transporte, conserto e serviços. Em caso de problemas no atendimento, o consumidor pode, ainda, acionar a Justiça.

 

Sou obrigado a mandar meu carro?

Sim! Primeiro por uma questão de segurança e depois porque a falta de recall já pode aparecer no documento do veículo. Se em um ano você não levar o veículo para o recall, no momento do licenciamento isso será mencionado no documento do veículo (CRLV).

O Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) vai comunicar ainda o atual proprietário do veículo com chamado pendente, pela consulta de documentos como o Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores). Após o atendimento do recall, os fornecedores informam ao Sistema Renavam em até 15 dias. Eles devem também entregar ao consumidor um comprovante de recall com a garantia dos serviços prestados.

Se você pretende comprar um carro e quer saber todas as informações cadastrais, restrições e infrações, faça uma consulta AutoCredcar. Como o aviso de recall aparecerá no documento, possivelmente pela consulta AutoCredcar será possível identificar.

Em uma consulta na AutoCredcar você encontra registros de débito e alienação, veículos com busca e apreensão, com registro de acidentes, sinistrados, vendidos em leilão e, inclusive, veículos que não passaram pelo recall.

A AutoCredcar é responsável pela maior base de dados da América Latina e oferece os relatórios mais precisos e eficazes do mercado. A AutoCredcar auxilia empresas e consumidores em suas decisões veiculares e de crédito oferecendo soluções para gestão de riscos. É referência nacional em serviços de informações veiculares e de crédito com padrão de excelência.

A empresa disponibiliza consultas gratuitas e pagas. Com a consulta gratuita o cliente consegue verificar informações básica sobre o veículo, tais como: número do motor e chassi, marca e modelo, cor, município, entre outros. Para uma verificação mais completa, é necessário adquirir um plano.

Conheça o histórico do veículo antes de comprar: rápido, fácil e online!

 

Faça uma consulta auto